A catarata não é doença exclusiva de idosos! Conheça fatores de risco e mais detalhes deste transtorno ocular

catarata tratamento

A catarata não é doença exclusiva de idosos! Conheça fatores de risco e mais detalhes deste transtorno ocular


A catarata sempre é relacionada com uma doença de idoso e isso ocorre porque um dos seus fatores de causa é o envelhecimento do cristalino, lente natural que fica atrás da íris e responsável por convergir os raios luminosos para formação da imagem na retina, entretanto, há também outras motivações para esta doença, que atinge mais de 120 mil pessoas por ano.

Além da opacidade do cristalino com o passar dos anos; a catarata também está associada a fatores congênitos e adquiridos. Entre estes fatores adquiridos para surgimento da catarata, podemos destacar os seguintes:

  • Alterações metabólicos por causa de doenças (Diabetes, Uveíte)
  • Tabagismo
  • Alcoolismo
  • Trauma ocular
  • Uso de Corticoides

Apesar destas condições, de acordo com dados do Ministério da Saúde 47% dos pacientes que têm catarata possuem entre 65 a 74 anos, ou seja, por mais que existem fatores de risco, sua incidência maior é devido à velhice.

Mesmo com o avanço da medicina, ainda não há como prevenir o envelhecimento do cristalino, porém, para os casos de catarata adquirida, algumas ações preventivas com evitar cigarros, álcool em excesso, corticoides e manter a Diabetes em controle podem ajudar.


Os principais sintomas da catarata são:

  • Perda visual progressiva
  • Vista embaçada
  • Sensibilidade à luz
  • Aumento contínuo do grau do óculos
  • Visão de cores desbotadas
  • Visão de reflexos espalhados ao redor da luz


Mas para um diagnóstico preciso é essencial a avaliação de um oftalmologista. Em Arujá, a drª Adriana Paschoal oferece o tratamento de catarata, por meio uma cirurgia segura e rápida.

Segundo a médica, “é aplicada apenas uma anestesia local para remoção da lente natural opaca, feita por meio de uma microfragmentação e aspiração do núcleo. Logo após é implantada uma lente artificial transparente, denominada intraocular”, explicou.

O melhor deste método é que a catarata é removida para sempre, sem chances de reincidir.

Nesta cirurgia há a opção de corrigir erros refrativos, como a miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
Open chat
Olá, precisa de ajuda ?
Olá, podemos ajudar ?
Powered by